Atendimento:

Telefone: (41) 3206-0214

Whats: (41) 99243-5421

Pressão alta e gestação: conheça os fatos.

Pressão alta e gestação: conheça os fatos.

 

Por que a pressão alta é um problema durante a gestação?

A pressão alta durante a gestão possui vários riscos:

Diminuição do fluxo sanguíneo para a placenta. Isto reduz o suprimento nutricional e de oxigênio, com diminuição do crescimento e aumento de risco de baixo peso do bebê no nascimento.
Descolamento da placenta.  Isto faz com que a placenta descole do útero prematuramente , privando o feto de oxigênio e pode causar uma grave hemorragia na mãe.
Parto prematuro Há necessidade de prevenir as complicações decorrentes.
Doenças cardiovasculares futuras. A gestante que desenvolve a condição de pré-eclâmpsia e aumento de proteína após a 20º semana de gestação tem um risco de desenvolver doença cardiovascular no futuro, mesmo que as condições retornem ao normal depois do parto.

Existem diferentes tipos de pressão alta durante a gestação?

Em alguns casos a pressão alta está presente antes da gestação e em outros casos a pressão alta se desenvolve durante a gestação.

-Hipertensão crônica. Quando a hipertensão existe antes da gestação, durante a gestação, mas antes da 20º semana de gestação ou após ou mais que 12 semanas após o parto.
-Hipertensão gestacional. Se a pressão alta aparece após a 20º semana da gestação. Normalmente, desaparece após o parto.
-Pré-eclâmpsia. Algumas vezes a hipertensão crônica ou a hipertensão gestacional conduz à pré-eclâmpsia  que é uma condição grave caracterizada por pressão alta e presença de proteína na urina após a 20º semana de gestação. Se não tratada, pode ter consequências sérias ou mesmo fatais para mãe ou o bebê.

O que eu preciso saber sobre a pré-eclâmpsia?

Os sinais de alerta da pré-eclâmpsia, que podem se desenvolver de forma gradual ou subitamente, geralmente nas últimas semanas da gestação, são listados abaixo:

-Dores de cabeça persistentes.
-Mudança na visão, visão turva ou sensibilidade à luz, aparecimento de luz em flash.
-Dor abdominal superior, geralmente do lado direito.
-Ganho de peso repentino, mais que 2,3Kg em uma semana.
-Suores noturnos, particularmente no rosto e nas mãos.

Se você desenvolver os sinais de pré-eclâmpsia, você e o seu bebê precisam ser monitorados de perto. Algumas vezes, há necessidade de hospitalização.A recomendação para o tratamento da pressão alta sempre deve ser realizado pelo médico seguindo estritamente todas as recomendações.